Como aplicar o seu creme à base de cortisona

Como aplicar o seu creme à base de cortisona para o eczema

Como aplicar o seu creme à base de cortisona

Dermocorticoides bem utilizados = mais eficácia

Aplicando corretamente o seu creme à base de cortisona (dermocorticoide) e na quantidade suficiente, pode-se aliviar enormemente o eczema: menos comichão, melhor sono...

A seguir os bons gestos para utilizar ao máximo a sua eficácia!

Quando aplicar dermocorticoides em caso de eczema?

Começar desde os primeiros sinais

Deve-se abrir o tubo assim que a crise se anunciar. Esperar, é correr o risco de ver a crise piorar e que ela se torne ainda mais insuportável. É preferível começar assim que observar um desses sinais:

  • assim que fica vermelho
  • assim que faz comichão
  • assim que se sente um relevo inabitual na parte de pele visada

 

A pele está simplesmente ressecada? Não precisa de dermocorticoide, mas não esqueça o seu emoliente!

Quando se deve parar?

Quando a pele volta ao normal, pode-se parar o creme. Ou seja, quando a pele já não está vermelha, que ela não faz mais comichão e que ela ficou menos espessa. Isso pode levar várias semanas, particularmente na pele mais espessa. Pense em continuar a hidratar-se entre as crises com o emoliente, ele não deve ser interrompido.

Uma vez por dia

Durante todo o período da crise, é uma vez por dia. De preferência de noite, após a higiene, para fazer desse momento um pequeno ritual sem ter que se apressar.

Por que não associar esse momento ao seu ritual de dormir, quando escova os dentes, antes de vestir o pijama ou a camisa de dormir?

Os gestos a adotar

O bom gesto: aplicar amplamente

  • Lavar as mãos para começar com mãos limpas.
  • Aplicar nas placas vermelhas sem hesitação.
  • Aplicar o creme ultrapassando um pouco as áreas inflamadas: faça grandes gestos com a palma da mão para cobri-las bem, em vez de aplicar com a ponta dos dedos aos pouquinhos.

Qual a quantidade de creme? A regra da falangeta

Não deve hesitar. Muita gente aplica o creme em quantidade insuficiente: é pouco eficaz, termina cansando e é desencorajante ver que as coisas não avançam. O creme à base de cortisona é um medicamento e, como todo medicamento, existe uma dose a respeitar para que ele seja eficaz (não poderíamos nos contentar de 1/4 de comprimido de paracetamol para aliviar uma dor, é a mesma coisa!).

Não tenha medo, >>>>>os dermocorticoides em creme não são perigosos. E apenas a dose suficiente permite se tratar.

A unidade falangeta vai ajudá-lo(a) a saber a quantidade certa! A unidade falangeta de um adulto, é creme suficiente para tratar a superfície das suas duas palmas das mãos. Não é demais, por conseguinte, precisará muitas vezes pegar mais creme para tratar bem todas as áreas vermelhas.

 

Às vezes vários tubos por mês

1 tubo de 30g = 1 aplicação no corpo inteiro de um adulto.

É normal ter que solicitar muitos tubos na farmácia, não se preocupe!

As regras a respeitar

  • Não sob as fraldas (Exceto eczema de contato verificado, mas é muito raro. O eczema atópico não atinge as nádegas dos bebés).
  • Não muito tempo nas pálpebras.
  • Adaptar a textura à localização do eczema: no couro cabeludo, no adulto, ou nas dobras, pode-se utilizar loções ou geis; nas áreas espessas é preferível a pomada.

Sempre associar ao emoliente

O tratamento do eczema funciona com dois cuidados: dermocorticoides e emoliente.

Durante as crises: dermocorticoides nas vermelhidões + emoliente (em toda parte menos nas vermelhidões).

Fora das crises: apenas o emoliente, em toda a pele.

 

Truques e astúcias
Aplicar bem o seu emoliente para tratar o eczema eficazmente
Descubra mais
Truques e astúcias
Gerir melhor os sintomas: a regra do ABCDE
Descubra mais